Make your own free website on Tripod.com


resenhas de livros feitas pelo grupo.



Primeira Aventura



   Quer jogar d20 rapidamente? Então este é o seu jogo... Basicamente o mesmo conteúdo do DnD básico, sem mudança de regras, sem talentos ou perícias novas. O que era de se esperar pois Primeira Aventura é voltado para os iniciantes em RPG e d20, e se você joga d20 e não gostou não o menospreze, pois muita gente vai aprender a jogar com ele.
    Tem um formato atrativo e desenhos bonitinhos, acompanhado de 6 personagens prontos um paladino, um clérigo, uma maga, um ladino, uma bárbara e uma barda. O problema é que só traz regras até o quinto nível, e o segundo nível de magia, além de usar as classes do Livro do Mestre indicadas para npc's como classes principais, diferindo pelo número de talentos ganhos.
    Mesmo para quem está começando ele deixa aquele gostinho de quero mais, o que aparenta estar estarem dizendo: O restante está no próximo livro... Esta iniciativa é a mesma tomada pela antiga editora TSR ao lançar o first quest (inclusive o nome é mera coincidência??!!), o “trio ex-tormenta” acerta outra vez,o que já era de se esperar por estarem preparando terreno para um novo cenário de campanha,(espero que sem aberrações desta vez tio Cassaro...).
    Quer entrar no mundo d20 e está com pouco dinheiro? Este é o seu livro, mas para jogadores mais avançados não vale a pena, já que as regras apresentadas são muito básicas e só vai aumentar sua vontade de ter regras mais completas, espere para pegar todos os livros junto.

Diego, ainda sem entender como aquela bárbara só tem carisma 10 sendo tão bonita...


WarCraft Roleplaying Game



...” Os dois exércitos colidiram na luz esmaecida so sol poente. De sua posição vantajosa na beira da floresta, viúva do Roble se ajoelhou, empunhando seu arco. Ela passara maior parte da tarde observando as duas hostes se reunirem e assumirem suas formações nos extremos do vale. Agora sob um sol avermelhado e inchado no horizonte eles finalmente avançavam.”


Um dos maiores clássicos da estratégia ao lado de Ages of Empires® e civilization®, Warcraft Roleplaying Game® assume lugar em nossas mesas de jogo em mais um demorado projeto de nossa amiga Devir®.
    Cenário inovador, o mundo de Azeroth, um planeta marcado por sangrentos conflitos e com cicatrizes ainda abertas. De um lado a aliança, com seus anões armados com rifles, paladinos humanos, elfos magos e furtivos batedores elfos noturnos. Do outro a horda, com os furiosos e xamanistas orcs e os pacatos e fortíssimos taurinos. Aproveitando-se de tudo isto estão os goblins e suas engenhocas a vapor.
   Depois de grandes conflitos entre a horda e a aliança, foi declarada uma trégua, mas não uma paz. Humanos e orcs viram-se obrigados a lutar lado-a-lado contra uma invasão de mortos-vivos e demônios, enquanto os anões descobriram que são parte de algo maior do que o imaginado.
   Um belíssimo livro no padrão da devir, com capa dura com uma gravura fenomenal, assim como quase todas as do livro. No início de cada capítulo uma pequena narração de acontecimentos, o que coloca o jogador no clima. A devir pecou um pouco nas erratas, com alguns erros bastante grosseiros, mas isso é compensado pelos nomes originais do lado de cada coisa traduzida, para os fãs do game se localizarem pelo conhecido. Apresenta três classes básicas novas: Curandeiro( substituto para clérigos e druidas, porque ambas as classes viraram de prestígio), batedor(substituto de rangers, com mais habilidades e menos pancada) e o faz-tudo( a jóia do livro, capaz de construir de abridores de lata até máquinas de destruição em massa). Destaque também para as regras de criação de itens tecnológicos que torna rápido os cáculos apesar de meio complicadas. Um punhado de novos talentos, junto com novos usos de perícias e itens originais do jogo.
   As classes de prestígio são um show a parte com caçador, bruxo, mestre da espada, guerreiro paladino, xamã e o famoso mestre das bestas. Só que a meu ver faltou o principal: Cadê o Demon Hunter???

   Se quiser ajudar e reconstruir um mundo ou destruir uma cambada de mortos-vivos e demônios, este é o seu cenário.

Diego, humano curandeiro 7/xamã 3/webmaster 1